Adélia Prado, a poetisa de Divinópolis, nos fala sobre o amor no dia dos namorados.

Vejam este vídeo no youtube para vê-lo mais completo  e assistirem: Adélia Prado fala sobre o amor(continuação)

Adélia Prado - "O poder humanizador da poesia"
O cotidiano e o Sagrado


"Que a poesia use de todos os meios de transporte para visitar os homens".

"O transe poético é o experimento de uma realidade anterior a você. Ela te observa e te ama. Isto é sagrado. É de Deus. É seu próprio olhar pondo nas coisas uma claridade inefável. Tentar dizê-la é o labor do poeta."

"O meu saber da língua é folclórico
Muitos me argüirão deste pecado"
(...)
'belo vale, por que belo vale'
este som de leite e veludo.
Quis dizer nêspera e não disse."

"Adélia é lírica, bíblica, existencial, faz poesia como faz bom tempo: esta é a lei, não dos homens, mas de Deus. Adélia é fogo, fogo de Deus em Divinópolis"



"Moça feita, li Drummond a primeira vez em prosa. Muitos anos mais tarde, Guimarães Rosa, Clarisse. Esta é a minha turma, pensei. Gostam do que eu gosto. Minha felicidade foi imensa. Continuava a escrever, mas enfadara-me do meu próprio tom, haurido de fontes que não a minha. Até que um dia, propriamente após a morte do meu pai, começo a escrever torrencialmente e percebo uma fala minha, diversa da dos autores que amava. É isto, é a minha fala."

Adélia Prado - poeta, romancista e dramaturga, nasceu em Dvinópolis/Minas Gerais, em 13 de dezembro de 1935.

Filha do ferroviário João do Prado Filho e de Ana Clotilde Corrêa. Leva uma vidinha pacata naquela cidade do interior: inicia seus estudos no Grupo Escolar Padre Matias Lobato e mora na rua Ceará.

No ano de 1950 falece sua mãe. Tal acontecimento faz com que a autora escreva seus primeiros versos. Nessa época conclui o curso ginasial no Ginásio Nossa Senhora do Sagrado Coração, naquela cidade.

No ano seguinte inicia o curso de Magistério na Escola Normal Mário Casassanta, que conclui em 1953. Começa a lecionar no Ginásio Estadual Luiz de Mello Viana Sobrinho em 1955.


Em 1958 casa-se, em Divinópolis, com José Assunção de Freitas, funcionário do Banco do Brasil S.A. Dessa união nasceriam cinco fiilhos: Eugênio (em 1959), Rubem (1961), Sarah (1962), Jordano (1963) e Ana Beatriz (1966).

Antes do nascimento da última filha, a escritora e o marido iniciam o curso de Filosofia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Divinópolis.

Em 1972 morre seu pai e, em 1973, forma-se em Filosofia. Nessa ocasião envia carta e originais de seus novos poemas ao poeta e crítico literário Affonso Romano de Sant'Anna, que os submete à apreciação de Carlos Drummond de Andrade.

Seu primeiro livro - Bagagem (1975) - publicado aos 40 anos, mãe de família com cinco filhos. Carlos Drummond de Andrade leu os originais, gostou e a proclamou poeta. Afonso Romano de Sant'Anna também gostou e ajudou a impulsionar sua carreira. A partir daí não parou mais de escrever e de chamar a atenção dos críticos e o interesse dos leitores.

******************************************************************************************************

Depois do vídeo e desse pequeno texto retirado  e fragmentado do Google aconselho aos interessados a continuarem a desenvolver esse assunto,  nesta página com o título:

"O erótico e o corpo nos poemas de Adelia Prado"

É esclarecedora e muito produtiva a pesquisa.

Eu amo Adélia Prado e quem ama poesia  vale a pena conhecer mais sobre esta incrível escritora e poeta.

Dirce Saléh

 

adelia prado, amor, dia dos na mo ra dos, obra, vida

domingo 12 junho 2011 00:28 , em Projeto Virtual Natal



1 Fan

Nenhum comentário Adélia Prado, a poetisa de Divinópolis, nos fala sobre o amor no dia dos namorados.



Seu comentário :

(Opcional)

(Opcional)

error

Importante: comentários racistas, insultas, etc. são proibidos nesse site.Caso um usuário preste queixa, usaremos o seu endereço IP (174.129.62.126) para se identificar     



Fechar a barra

Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para amagiadeeducar

Precisa estar conectado para adicionar amagiadeeducar para os seus amigos

 
Criar um blog